quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Mosaico em Piso de Cimento Queimado




Atualmente o piso de cimento queimado vem ganhando a simpátia e adesão na decoração de interiores. Antes era sinônimo de simplicidade sendo  muito utilizado nas casas do interior de Minas, mas agora vem sendo utilizado em qualquer tipo de ambiente, conquistando seu lugar na nobreza, devido   suas  qualidades e vantagens tais como praticidade, versatilidade e boa estética.




Uma das grandes vantagens do piso de cimento queimado é a sua perfeita conjugação com o mosaico, permitindo a personalização de qualquer espaço, seja com pequenos detalhes ou em grandes dimensões de acordo com a disponibilidade.






O  trabalho é  aplicado dentro do piso com argamssa tipo II ou III e pode   ser rejuntado com o próprio cimento após 48 horas da aplicação. O ideal é que  seja feito na fase de construção e de preferência com um profissional caprichoso, utilizando essencialmente materiais de qualidade, que estejam devidamente dentro do prazo de validade. 









Aconselha-se escolher  as cores do  mosaico após a definição da cor do cimento queimado, já que atualmente é possível faze-lo em diversas tonalidades, com a utilização de pigmentos. Os  tons neutros do piso, branco, cinza e areia, são excelentes opções para harmonizar mais facilmente com os mosaicos.




O método indireto é uma excelente opção para a aplicação do mosaico em pisos. Neste caso, aconselhamos a elaboração do  trabalho  com cola branca sobre uma tela artesanal (tela para bordar), material ultra resistente que garante uma perfeita aderência das peças à argamassa, permitindo total durabilidade do projeto, 100% garantido.



Não aconselhamos utilizar base de madeira ou  mdf para aplicação em pisos, bem como fazer a colagem do trabalho sobre qualquer tipo de papel, visto que essas alternativas podem ocasionar problemas futuros. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário